O projeto 1 contemplando ações de diagnóstico em distintas situações em que se evidencia processo de degradação, apontará a natureza deste processo, sugerindo assim formas de evitá-lo e de mitigá-lo.
O projeto 2 proverá opções de espécies arbóreas e arbustivas e de arranjos espaciais e temporais para os componentes de sistemas agroflorestais a serem propostos para diferentes cenários avaliados.
O projeto 3 viabilizará a aplicação de estratégias participativas no delineamento e implantação de sistemas agroflorestais como opções de recuperação de áreas degradadas, contribuindo, assim, para um processo mais realístico de validação de sistemas agroflorestais em diferentes realidades regionais. Este projeto também oferecerá indicações sobre a adequação de métodos de pesquisa participativa em contextos complexos como os a serem abordados.
O projeto 4 oferecerá um conjunto de indicadores de degradação ambiental de sistemas de uso da terra vigentes, bem como um conjunto de indicadores de sustentabilidade aplicáveis a sistemas agroflorestais propostos como opções viáveis à recuperação de áreas degradadas, o que viabilizará a implantação de políticas de fomento à adoção desses sistemas alternativos de uso da terra, como é o caso de políticas de créditos para custeio da implantação desses sistemas.